Como saber se estou com metástase?

Para saber se o paciente apresenta metástase, o médico irá desenvolver seu raciocínio clinico baseado em queixas e exame físico do paciente, bem como tipo do câncer e estágio (tamanho) para direcionar a investigação através de exames complementares (laboratório, imagem).  Não existe um exame que possa ser utilizado e que demonstre sempre a presença ou ausência de metástase. Para determinados locais do corpo alguns exames tem uma maior sensibilidade e especificidade para diagnosticar metástase em relação a outros, por este motivo o médico especialista saberá quais exames devem ser feitos em relação a apresentação do caso. Sempre lembrando a sua doença apesar do nome câncer de mama ser o mesmo para todos, o seu câncer de mama é completamente diferente do câncer de mama de outra pessoa. O PET-CT é um exame que alia duas técnicas, a imagem funcional ao imagem anatômica, mesmo o PET-CT não faz diagnóstico de lesões menores que 5 mm, ou seja, e tem boa sensibilidade para maiores de 1 cm. Assim nem todo caso deve fazer o PET-CT, deste modo convênios baseado em resolução da ANS (agencia nacional de saúde) não autoriza a realização deste exame a não ser sob critérios específicos, por não existir benefício em se fazer todo e qualquer tipo tumoral, além de gerar ansiedade, exposição à radiação, temos o risco de falso positivo, que seria um PET-CT alterado que gera outro exame de biópia devido a alteração suspeita vista no PET mas que na verdade não era câncer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *