Linfadenectomia Inguinal

Procedimento cirúrgico para retirada de linfonodo existentes na região da virilha, que fazem parte do tratamento do câncer de vulva. Novamente, o cirurgião oncológico faz toda a diferença para saber selecionar casos onde dá para fazer a técnica do linfonodo sentinela (cirurgia menos agressiva), casos onde a linfadenectomia pode ser unilateral, por exemplo, somente linfadenectomia no membro inferior direito e outros onde a necessidade de se fazer a cirurgia bilateral. Como complicações e riscos comuns a todas as cirurgias, como infecção, sangramento, abertura de pontos, mas algumas mais relacionadas a esse procedimento que são a necrose da pele, a linfocele residual (acúmulo de linfa abaixo da pele no local da cirurgia) e o linfedema de membro inferior. Para diminuir a linfocele, a paciente sai com dreno suctor (um tipo de dreno que mantém uma sucção constante de secreção no local da cirurgia), que ajuda a diminuir e cicatrizar o espaço formado pela retirada dos linfonodos. Em algumas semanas, com a diminuição da produção na linfa pela cicatrização local, é possível retirá-lo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *