Marcelo Biasi Cavalcanti

HPV

O HPV é um vírus que pode infectar o ser humano com transmissão principalmente sexual, mas também por contato com objetos contaminados (como roupa íntima, toalha). A maior chance de infecção está diretamente ligada à multiplicidade de parceiros, bem como à precocidade no início da atividade sexual. O vírus HPV possui várias cepas (cerca de …

HPV Leia mais »

Câncer de Vulva

O Câncer de vulva em geral acomete pacientes mais idosas. Em pacientes adultas, está muito ligado a infecção pelo HPV. O diagnóstico é feito com biópsia da lesão. São realizados exames para estadiamento, para ver a extensão da doença. Quando possível damos preferência para vulvectomia parcial, excisão ampla da lesão com margens livres de câncer. Na doença extensa …

Câncer de Vulva Leia mais »

Câncer de Ovário

Câncer de ovário é o tumor que se inicia no ovário, pois sabemos que o ovário pode ser sítio de metástase principalmente de tumores gastrointestinais e mama. Os tumores de ovário são divididos em 4 subdivisões em função da célula de origem, a mais comum são os tumores epiteliais, mas existem os germinativos, os estromais. Em geral …

Câncer de Ovário Leia mais »

Câncer de Endométrio/Útero

O câncer de útero é também conhecido como câncer de endométrio, porém temos sarcomas uterinos que são tumores incomuns que podem acometer o útero. Vamos conversar aqui sobre o câncer de endométrio por estes serem o 1º tumor ginecológico em incidência em países desenvolvidos e o 2º no Brasil. Ele possui como fator de risco …

Câncer de Endométrio/Útero Leia mais »

Câncer do Colo Uterino

O câncer do colo uterino é no Brasil o câncer em 4ª incidência, porém em regiões mais simples chega a aparecer em primeiro lugar junto com a mama. É tido como uma doença de país subdesenvolvido, pois países que fazem o preventivo de rotina e estão vacinando estão tendo uma diminuição importante dos novos casos. …

Câncer do Colo Uterino Leia mais »

Exenteração Pélvica e LEER

Exenteração pélvica são cirurgias de grande porte onde em função da apresentação da doença, é necessário como forma de tratamento curativo ou paliativo ressecar no mesmo ato mais de um órgão pélvico. Classificamos em anterior – bexiga e útero; posterior útero e retossigmóide, ou total bexiga, útero e retossigmóide. Com relação a musculatura pélvica, supra …

Exenteração Pélvica e LEER Leia mais »

Linfadenectomia Inguinal

Procedimento cirúrgico para retirada de linfonodo existentes na região da virilha, que fazem parte do tratamento do câncer de vulva. Novamente, o cirurgião oncológico faz toda a diferença para saber selecionar casos onde dá para fazer a técnica do linfonodo sentinela (cirurgia menos agressiva), casos onde a linfadenectomia pode ser unilateral, por exemplo, somente linfadenectomia no membro inferior …

Linfadenectomia Inguinal Leia mais »

Linfadenectomia Retroperitoneal

Linfadenectomia retroperitoneal é o procedimento cirúrgico para retirada de linfonodos existentes na região retroperitoneal e que fazem parte do tratamento de determinados cânceres ginecológicos (colo de útero, útero ou ovário). Dependendo de como esse câncer se apresenta, a técnica utilizada pode ser diferente. Linfadenectomias são cirurgias delicadas que demandam um conhecimento de anatomia e uma habilidade cirúrgica por …

Linfadenectomia Retroperitoneal Leia mais »

Linfadenectomia Pélvica

A linfadenectomia pélvica é um procedimento cirúrgico para retirada de linfonodos existentes na região pélvica e que fazem parte do tratamento de determinados tipos de câncer ginecológico (colo de útero, útero ou ovário). Pode ser feita pela via laparotômica (aberta) ou minimamente invasiva (videocirurgia através de pequenas incisões) por laparoscopia ou robótica. Consulte um cirurgião …

Linfadenectomia Pélvica Leia mais »

Conização a frio – CAF: Cirurgia de Alta Frequência

É o procedimento cirúrgico de pequeno porte onde se resseca o colo uterino em maior ou menor quantidade tecidual dependendo de cada caso, diferentemente de uma traquelectomia radical que é uma cirurgia de grande porte. Essa cirurgia é realizada na maior parte das vezes como tratamento de lesões classificadas como pré-neoplásicas ligadas a infecção pelo HPV, ou seja, …

Conização a frio – CAF: Cirurgia de Alta Frequência Leia mais »