Linfadenectomia Pélvica

A linfadenectomia pélvica é um procedimento cirúrgico para retirada de linfonodos existentes na região pélvica e que fazem parte do tratamento de determinados tipos de câncer ginecológico (colo de útero, útero ou ovário). Pode ser feita pela via laparotômica (aberta) ou minimamente invasiva (videocirurgia através de pequenas incisões) por laparoscopia ou robótica. Consulte um cirurgião oncológico para saber qual é o tratamento mais apropriado para seu caso, pois hoje temos a possibilidade de realizar a técnica de linfonodo sentinela dependendo do tipo celular do câncer ginecológico, grau histopatológico, tamanho e profundidade de invasão. Linfadenectomias são cirurgias delicadas que exigem um conhecimento de anatomia extenso e uma grande habilidade cirúrgica por parte do cirurgião que a realiza, estando este já habituado com cirurgias ditas avançadas e de maior porte.

Esse procedimento apresenta as complicações e riscos comuns a todas as cirurgias, como infecção, sangramento e abertura de pontos. Existem algumas que estão mais relacionadas a esse procedimento que são a linfocele pélvica, vista em exames de imagem de controle de recidiva do câncer, mas que não costuma ser sintomática e não demanda tratamento. Em alguns pacientes, pode evoluir com linfedema crônico de membro inferior, o inchaço das pernas, que pode ser controlado com uso de meias de média compressão e drenagem linfática.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *