Reconstrução Mamária

A necessidade de mastectomia como forma de tratamento em alguns casos de câncer de mama faz com que muitas mulheres se sintam mutiladas e percam a autoestima. A reconstrução mamária é a cirurgia realizada para reparar a cicatriz causada por esta retirada da mama para o tratamento do câncer de mama. Na sua grande maioria, as reconstruções são imediatas, ou seja, são realizadas no momento em que se faz a retirada da mama – mastectomia

As reconstruções imediatas geralmente conseguem obter um resultado estético melhor que as tardias, não diminuem a chance de cura e não costumam atrasar o tratamento com radioterapia ou quimioterapia. O fato da paciente sair de uma cirurgia com sua mama reconstruída impacta positivamente na qualidade de vida de modo que esta consegue enfrentar o tratamento mentalmente mais forte. No Brasil, desde 2012 é lei que seja feita a reconstrução imediata em toda paciente do SUS, convênio ou particular, a não ser em casos que o cirurgião julgar que a paciente apresenta contraindicação, ou que a paciente expresse o não desejo da reconstrução.

Para reconstruir a mama existem várias técnicas que podem ser utilizadas, desde o uso de área doadora do próprio paciente como retalho muscular e/ou gordura (lipoenxertia), utilização de prótese e/ou expansor de mama temporário ou definitivo, ou até mesmo a combinação dessas técnicas é possível, de acordo com o caso.

O Dr. Marcelo Biasi Cavalcanti apresenta experiência na reconstrução mamária imediata e tardia, estando familiarizados ao uso de prótese nos seus mais variados formatos, dimensões e materiais, e também com as técnicas que necessitem da rotação de retalhos miocutâneos, como músculo retoabdominal ou m grande dorsal, com ou sem lipoenxertia. A paciente encontrará suporte profissional qualificado que irá orientar, planejar e executar todo seu tratamento cirúrgico. A consulta é feita para planejar desde a técnica de retirada da mama a técnica de reconstrução, orientando a melhor maneira e o melhor momento para a reconstrução mamária, de modo que o processo fique claro o suficiente para que a paciente entenda os prós e contras de cada técnica e esteja ciente e confortável com sua escolha. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *