A importância da cirurgia robótica na área da oncologia

A importância da cirurgia robótica na área da oncologia

Conheça suas vantagens.

A cirurgia robótica veio à tona para quebrar paradigmas e auxiliar no exercício da boa medicina com precisão e modernidade. Você já tinha ouvido falar sobre ela? Caso ainda não conheça, dê uma olhada nessa matéria que preparei para você.

O que é a cirurgia robótica?

A cirurgia robótica, também conhecida como robô Da Vinci, já existe há mais de 20 anos nos Estados Unidos. Com o tempo, veio se popularizando no Brasil, onde possuímos cerca de 90 máquinas. Este é um número pequeno, mas tende a aumentar conforme a demanda.

Ela é o que se chama de procedimento minimamente invasivo. Por meio dela, o médico faz apenas uma pequena incisão e, com o auxílio do robô, pinças e câmera, consegue fazer o procedimento no paciente de maneira mais precisa e, além disso, por conta da menor incisão, o paciente possui uma recuperação ainda mais rápida e confortável do que nas cirurgias convencionais.

O robô permite que o médico tenha uma visão 3D e em alta resolução que pode ser ampliada em até 15 vezes. Além disso, garante uma precisão milimétrica com movimento de 360 graus. Ademais, ainda é capaz de corrigir os tremores inerentes à mão humana e oferecer ergonomia para o cirurgião.

Quais são as vantagens da cirurgia robótica?

Existem inúmeras vantagens nesse procedimento, entre as principais pode-se citar: menor tempo de internação; risco reduzido de infecção hospitalar; recuperação mais rápida do paciente; maior precisão para cirurgias oncológicas; movimentos que não são possíveis com as mãos humanas; cirurgia mais precisa e certeira; visão tridimensional; aumento da resolução em até 15 vezes em conjunto com uma visualização de nitidez elevada; redução da perda sanguínea durante o procedimento; procedimentos complexos realizados sem que haja necessidade de grandes cortes no paciente; correção de movimentos involuntários ou tremores da mão; pós-operatório com o mínimo de desconforto possível.

Como funciona essa cirurgia para os pacientes oncológicos?

Na oncologia, a cirurgia robótica é altamente indicada por conta de sua precisão e de seu alcance em locais de difícil acesso, somada a recuperação rápida e com mais conforto para o paciente.

Em cirurgias como as oncológicas do sistema gastrointestinal, essa modalidade permite que se façam as dissecções de maneira mais precisa, e é neste campo que a cirurgia minimamente invasiva (cirurgia robótica) vem sendo amplamente requisitada. A cirurgia também é indicada para diversos outros casos oncológicos, tudo irá depender do seu caso e da especialidade do seu médico.

A grande vantagem dessa cirurgia é que quanto mais delicado for o procedimento, mais a cirurgia robótica pode ser vantajosa por conta de sua delicadeza, precisão e todas as outras vantagens que mencionamos anteriormente.

Com quem devo fazer a cirurgia robótica?

Reitero aqui a importância de consultar um especialista que tenha experiência nesse tipo de cirurgia, bem como especialidade na área.

Somente um cirurgião capacitado irá transmitir a segurança necessária para o paciente passar por um tratamento cirúrgico como este.

Há anos trabalho com cirurgia e tenho um grande prazer em somar com informações valiosas para seu conhecimento acerca do tema.

Você possui dúvidas? Comente abaixo que terei grande felicidade em responder a você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.