S

Salpingectomia: cirurgia para retirada da trompa uterina. Essa cirurgia pode ser realizada para tratamento de hidrossalpinge, como método anticoncepcional definitivo ou até mesmo profilático em famílias com história de alteração genética que justifique o procedimento. Na maior parte das vezes, é feita por via minimamente invasiva, mas pode ser feita pela via laparotômica (aberta), conforme avaliação do caso.

 

Salpingostomia: cirurgia de abertura da trompa uterina, geralmente realizada para tratamento de uma gravidez tubária. Na maior parte das vezes, é realizada por via minimamente invasiva, mas pode ser feita pela via laparotômica (aberta), conforme avaliação do caso.

 

Setorectomia ou quadrantectomia: também conhecida como cirurgia conservadora em câncer de mama, a setoroctomia é um procedimento cirúrgico que visa tratar do câncer de mama retirando apenas a lesão tumoral encapsulada por uma margem de tecido normal, preservando a mama sadia. Essa opção de tratamento leva em conta a proporção do volume tumoral em relação ao volume de mama, bem como o desejo da paciente e histórico familiar. Atualmente, existem vária técnicas cirúrgicas para o tratamento, desde a setorectomia simples até técnicas mais complexas, que compensam um possível efeito estético como realização de lipoenxertia (gordura retirada de outro local da paciente para compensar o defeito na mama) e cirurgias de oncoplastia.

SNOLL (sentinel node and occult lesion localization): cirurgia de mama onde é combinada a técnica de ROLL e linfonodo sentinela ao mesmo tempo. Através da injeção de marcadores radioativos prévios e com a utilização de leitor de radiação, é possível localizar a lesão impalpável na mama e o linfonodo sentinela na axila.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *